Anais do WPCCG
Volume 1, 2016

ISSN: 2526-1371

Prefácio

Este volume contém os artigos apresentados no WPCCG 2016: I Workshop de Pesquisa em Computação dos Campos Gerais, ocorrido nos dias 28 e 29 de setembro de 2016, na UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), em Ponta Grossa, Paraná, Brasil.

Ao todo, o Workshop teve 20 submissões. Cada submissão foi revisada por ao menos 2 revisores das áreas da Computação. Dos artigos submetidos, 17 foram aceitos para apresentação e publicação no WPCCG 2016.

O WPCCG 2016 é um evento recém-criado para divulgar pesquisas em desenvolvimento ou concluídas de alunos e docentes de Instituições de Ensino Superior. Organizado por docentes do DAINF (Departamento Acadêmico de Informática) do Câmpus Ponta Grossa da UTFPR, o evento está em sua primeira edição.

O comitê de programa teve participação de docentes da UTFPR (Câmpus Ponta Grossa), bem como docentes de outros Câmpus da UTFPR e ainda de outras Instituições, como PUCPR, CEFET-RJ e UERJ.

O gerenciamento de toda conferência foi feito por meio do sistema EasyChair.

18 de outubro de 2016
Ponta Grossa, Paraná, Brasil

Gleifer Vaz Alves
Sheila Morais de Almeida
André Pinz Borges

Comitê de Programa

Sheila Almeida, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Gleifer Alves, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Vinícius Andrade, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Jean Paul Barddal, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)
André Pinz Borges, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Augusto Foronda, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Heitor Murilo Gomes, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)
Lourival Góis, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Simone Matos, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Erikson Morais, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Diana Nobrega, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Carlos Eduardo Pantoja, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)
Saulo Queiroz, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Richard Ribeiro, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Richardson Ribeiro, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Pato Branco
Sarah Sakamoto, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Ponta Grossa
Dênis Silva, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Câmpus Santa Helena

Sumário

Muitos dos problemas de classificação descritos na literatura de Aprendizagem de Máquina dizem respeito à classificação de dados em que cada exemplo é associado a uma classe pertencente a um conjunto finito de classes, todas em um mesmo nível. No entanto, vários problemas de classificação são de natureza hierárquica, em que classes podem ser subclasses ou superclasses de outras classes. Em muitos problemas hierárquicos, um ou mais exemplos podem ser associados a mais de uma classe simultaneamente. Esses problemas são conhecidos como problemas de classificação hierárquica multirrótulo. Nesse trabalho, foi utilizada a técnica ML-kNN para a predição de problemas multirrótulos, visando determinar o número de classes que podem ser atribuídas a um exemplo. Através dos experimentos e análise estatística pode-se mostrar que as adaptações realizadas na técnica ML-kNN trouxeram contribuições significativas com relação às medidas de precisão e revocação.

Palavras-chave: classificação hierárquica multirrótulo, ML-kNN, aprendizagem de máquina.

Este trabalho criou um método de refatoração, usando como referência os métodos da literatura, capaz de ajudar os desenvolvedores na refatoração de aplicações construídas com os conceitos de frameworks de domínio. O método proposto é formado por três etapas principais: entender o sistema, ordenar os módulos e refatorar módulos. A diferença entre o método proposto e os da literatura é que prevê a aplicação de metapadrões, inversão de controle e uso de ferramenta de refatoração em suas etapas. O estudo de caso em que o método foi aplicado é o Framework de Formação de Preço de Venda (FrameMK), desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa em Sistemas de Informação do Câmpus Ponta Grossa, que tem a Finalidade de calcular o preço de venda de um produto ou serviço. Os resultados da aplicação do método no FrameMK foram: melhorou a complexidade do código, diminui a quantidade de bad smells (sintomas no código fonte que indicam problemas mais graves no software) e a duplicação de código, o código ficou mais reusável e flexível e houve um aumento na qualidade do software em relação às expectativas do seu ciclo de vida.

Palavras-chave: refatoração, frameworks, metodologias.

O projeto MAPS (MultiAgent Parking System) é idealizado com objetivo de desenvolver um Sistema Multiagente para alocação de vagas em um estacionamento inteligente, onde um agente manager é responsável pela alocação de vagas aos agentes drivers. O artigo aqui apresentado faz parte do projeto MAPS e tem como objetivo implementar uma interface gráfica, a qual poderá auxiliar o controle e gestão de um estacionamento inteligente.

Palavras-chave: sistema multiagente, cidade inteligente, estacionamento inteligente, framework JaCaMo, interface gráfica.

Em um futuro não tão distante, veículos autônomos serão uma realidade no tráfego urbano. Empresas como Google, Tesla e Uber estão realizando pesquisas para o desenvolvimento de um software capaz de tomar decisões próprias sem intervenção humana. Uma possível abordagem para a criação dessa autonomia necessária para controlar o veículo é por meio da implementação de agentes racionais. Neste cenário, o agente deve ter a capacidade de guiar um veículo e decidir rotas a serem seguidas. Esta tarefa aparentemente simples se torna complicada quando se trata do desvio de obstáculos. Sendo necessário implementar um agente capaz de identificar quais decisões devem ser tomadas nestas situações. Na área de agentes existem diversas técnicas utilizadas para o desvio de obstáculos. Porém, todo software é susceptível à erros, então é necessário validar as decisões tomadas pelo agente, e isto pode ser realizado através do uso da verificação formal. Portanto, este trabalho propõe uma pesquisa sobre a implementação de um agente racional e a verificação formal da tomada de decisão, onde tais agentes representam veículos autônomos em cenários específicos para desvio de obstáculos.

Palavras-chave: veículos autônomos, agentes inteligentes, verificaç˜ao formal.

Este artigo apresenta a aplicação de técnicas de classificação em problemas relacionados à doenças cardíacas.As doenças cardiovasculares são os distúrbios ligados ao coração e aos vasos sanguíneos, com uma vasta gama de síndromes clínicas, sendo a aterosclerose a mais frequente em diagnóstico. Neste artigo, realizou-se um estudo com base nos repositórios de dados destas doenças, a fim de encontrar os parâmetros presentes em exames laboratoriais e prontuários médicos que melhor se conectam para a descoberta de pacientes com possíveis riscos de doenças cardiovasculares. Os resultados atingidos por esta pesquisa mostram que a existência de diabetes, hábitos e concentrações de substâncias no corpo aumentam a possibilidade de contração de novas doenças relacionadas.

Palavras-chave: mineração de dados, classificação, doenças cardíacas.

A termografia infravermelha é um método não destrutivo e pode ser utilizada na avaliação de módulos fotovoltaicos com o objetivo de detectar falhas. Este artigo propõe uma metodologia para analisar a saúde de um parque fotovoltaico usando uma câmera infravermelha de baixa resolução e informações georeferenciadas, movendo o ponto de vista do observador e provendo uma relação de grande custo-benefício em compasso com as tendências de microgeração residencial.

Palavras-chave: imagens infravermelhas, processamento de imagens, painéis fotovoltaicos, energias renováveis.

O comércio eletrônico (e-commerce) é utilizado por milhões de pessoas e pode ser dividido em categorias tais como: empresa para empresa (B2B), consumidores (B2C), governos (G2G), dentre outras. Existem diversas plataformas para criação de e-commerce, porém atendem apenas uma categoria. Este trabalho aplicou o Domain-Drive Design (DDD) para a criação dos módulos fundamentais que compõem uma plataforma e-commerce nas categorias B2B (Business To Business) e B2C (Business To Customers). O padrão de desenvolvimento DDD foi escolhido pela: necessidade de compreensão do domínio, alta manutenabilidade e capacidade de solucionar problemas intrínsecos nos sistemas de e-commerce atuais.

Palavras-chave: B2B, B2C, DDD.

Encontrar vagas disponíveis para motoristas estacionarem seus veículos pode ser uma tarefa árdua e desgastante. Outros motoristas que disputam as mesmas vagas podem agir de maneira desleal e não cumprir as normas definidas pelos administradores. Buscando encontrar soluções para tal problema o presente trabalho propõe uma análise de modelos de confiança e reputação em Sistemas Multiagentes que, aplicados ao cenário de um estacionamento inteligente, conseguiriam classificar os motoristas e alocar as vagas de maneira justa.

Palavras-chave: smart parking, confiança, reputação, sistemas multiagentes.

O Problema da Coloração de Arestas Distinta nos Vértices Adjacentes consiste em, dado um grafo, utilizar o menor número de cores possível para colorir suas arestas de forma que arestas incidentes no mesmo vértice tenham cores distintas e o conjunto de cores incidentes em cada vértice seja diferente dos conjuntos de cores dos seus vizinhos. Nesse trabalho usamos a técnica pullback para resolver o Problema da Coloração de Arestas Distinta nos Vértices Adjacentes quando restrito aos grafos potências de caminho P_n^k, com n ≥ 3k.

Palavras-chave: coloração de arestas distinta nos vértices adjacentes, pullback, potência de caminho.

Neste artigo, descrevemos o trabalho em andamento objetivando o desenvolvimento de uma metodologia para detecção e reconhecimento de placas de sinalização de trânsito de limite de velocidade, adquiridas por câmera de vídeo convencional acoplada a um veículo em movimento. Utilizou-se uma coleta de dados, treinamento por aprendizagem de máquina por meio do algoritmo de Viola e Jones, detecção das placas de sinalização de limite de velocidade e um estudo sobre os trabalhos atuais encontrados na literatura. Os resultados obtidos são: um banco de imagens de vídeo específico para treinamento e testes de outros métodos de detecção e as etapas de construção da metodologia.

Palavras-chave: sistema multiagente, cidade inteligente, estacionamento inteligente, framework JaCaMo, interface gráfica.

This paper presents a middleware using PIC microcontrollers for programming robotic agents controlled by a Multi-Agent Systems alongside with Jason Framework. The middleware is a hardware side library developed in C for PIC and is based on the Javino protocol. The proposed middlewarel allows a communication between hardware and software and aims to be used together with Javino for software side. A simple example is presented to show the basic functioning of a robot architecture using the middleware.

Palavras-chave: middleware, multi-agent systems, robotics.

Com o objetivo de ensinar e auxiliar na comunicação língua portuguesa e Língua Brasileira dos Sinais (LIBRAS), este trabalho apresenta duas luvas que interagem direto com os usuários e são responsáveis por exibir uma série de instruções realizadas pelos controladores (Arduino). Por intermédio da arquitetura proposta, foram criadas a luva de LED e a luva de resistores flexíveis: A primeira recebe mensagens em português e as transformam em sinais luminosos; A segunda recebe um comando de inicialização de leitura, capta os movimentos das mãos e envia mensagens em português. O Javino é um middleware que realiza a transmissão de dados do software para o controlador e vice-versa. O software está situado em um minicomputador (Raspberry) e este utiliza a comunicação serial como um canal de comunicação com o hardware.

Palavras-chave: Libras, comunicação, raspberry, Javino, arduino, comunicação serial.

LTE é uma tecnologia celular desenvolvida para prover comunicações entre terminais com aplicações de voz, vídeo e dados com Qualidade de Serviço. A especificação do LTE deixa o desenvolvimento do escalonador, que é o responsável por selecionar o usuário que vai transmitir em um determinado instante, em aberto. Vários escalonadores existem na literatura, como RR, PF e MLWDF. Como nenhum escalonador garante o delay solicitado pelo usuário e maximiza o número de terminais no sistema, este trabalho propõe um novo escalonador com estes objetivos. Será demonstrada a ideia principal do novo modelo e alguns resultados analíticos do mesmo.

Palavras-chave: LTE, escalonador, delay.

Seja F uma família de conjuntos. A diversidade de F, Υ(F), é a quantidade de cardinalidades diferentes dos conjuntos contidos em F. Denota-se por M(Υ(F)) a classe dos grafos cuja diversidade dos conjuntos independentes maximais é Υ(F). Reconhecer os grafos da classe M(t) para um dado t é um problema Co-NP-completo. Entretanto, sabe-se que é possível reconhecer eficientemente os grafos que pertencem a M(1) e os grafos simpliciais que pertencem a M(2). Nesse trabalho apresentamos classes de grafos não-simpliciais que pertencem a M(2) e que podem ser reconhecidas eficientemente.

Palavras-chave: conjunto independente maximal, diversidade, prisma complementar.

O Problema do Conjunto Dominante Mínimo é encontrar o menor conjunto de vértices D tal que todo vértice pertença a D ou seja vizinho de um vértice de D. Sabe-se que o Problema do Conjunto Dominante Mínimo é NP-completo. Neste trabalho investigamos o Problema do Conjunto Dominante Mínimo no produto lexicográfico de grafos. Devido a uma famosa conjectura de V. G. Vizing, este problema tem sido abordado com mais frequência no produto cartesiano de grafos, havendo poucos resultados em relação ao produto lexicográfico. Determinamos o número de dominação mínimo para alguns grafos resultantes do produto lexicográfico e apresentamos um limite superior justo para o número de dominação de qualquer produto lexicográfico.

Palavras-chave: conjunto dominante, produto lexicográfico, grafos k-partidos completos.

Baseado na ideia de aproveitamento de recursos já existentes mas pouco ou mal utilizados, o presente artigo tem como objetivo propor um modelo de clusterização dos mesmos, de forma que todos os elementos pertencentes ao ambiente global possam ser dispostos em grupos homogêneos entre si, permitindo assim uma igual possibilidade de aproveitamento de recursos, desde os mais básicos até aqueles com capacidade mais avançada. Neste estudo é apresentada uma forma costumeira de criação de grupos com base na proximidade entre os elementos através do algoritmo k-means, e também a sua alternativa, objeto do estudo, que alia um conceito de redes neurais simples a um método de agrupamento baseado em um algoritmo hierárquico de ligação pelo elemento mais distante.

Palavras-chave: grade computacional, cluster, balanceamento de carga, k-means, algoritmo hierárquico.

A smart city presents interactions between human beings and technological objects. Moreover, it is an environment where technology helps the human life, becoming it easier and practical. The smart city has different branches, such as: governance, people living, economy, mobility, and traffic. The traffic in a big city is one of the most stressful and costly thing to manage and organize, where specifically the management of parking lots is a hard task indeed. This paper aims to propose an architecture for a smart parking, which is an intelligent parking lot that uses technology to help drivers get a parking spot. The proposed architecture will be based on a multiagent system through JaCaMo Framework and embedded systems using Arduino and Raspberry Pi.

Palavras-chave: smart parking, multiagent system, jacamo, embedded system.

Contato

Workshop de Pesquisa em Computação dos Campos Gerais
Departamento Acadêmico de Informática
Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Av. Monteiro Lobato, s/n - km 04
CEP 84016-210 - Ponta Grossa - PR - Brasil

Telefone: (42) 3220-4827
E-mail: contato@wpccg.pro.br
Website: http://wpccg.pro.br